Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2012

Dez motivos para não ir à Copa do Mundo no Brasil

Motivo número 2 - Não temos estrutura interna suficiente para nossa população, como poderemos receber milhares de pessoas em um evento que consumirá milhões do nosso bolso?


    Saúde, educação e segurança são itens indispensáveis para a vida de qualquer ser humano nos dias de hoje, mas como sabemos bem, nem todos os brasileiros podem contar com isso. A educação cada vez mais degradada perdeu importância do ponto de vista de muitos políticos e até mesmo de grande parte da população. Já não é comum ver um jovem que tenha gosto de aprender coisas novas a cada dia.
    Medicina se tornou curso superior para ganhar dinheiro, porque profissionalismo nessa carreira é para poucos, o importante é ficar milionário, mesmo que isso custe vidas. Os hospitais não contam com leitos suficientes para todos os doentes, e muitas vezes se encontram em estado de calamidade, devido a falta de higiene, algo indispensável a um lugar que é contaminado por todos os tipos de vírus e bactérias todos os dias.
     E a segurança? Algum de vocês se sente seguro ao sair as ruas ou até mesmo dentro de suas casas? Na verdade, o Brasil é um dos países mais debilitados nesse aspecto. Vários assaltos, mortes, estupros e violências em geral são constatadas todos os dias. Aqui bandido fica solto, até mesmo no Planalto Central, enquanto trabalhadores se refugiam como podem e lutam pela sua sobrevivência.
     Não podemos fechar os olhos para tudo isso! Grande parte do dinheiro dos impostos que pagamos todos os dias e que poderiam ir para a educação, saúde e segurança, vão agora para a construção de estádios, que como toda obra do governo, desviará dinheiro para o próprio bolso deles.
     Já passou da hora da população brasileira deixar de ser tão idiota e se preocupar com o país. Não é algo particular, é algo em conjunto, que pode modificar o destino de cada um de nós, que pode fazer surgir novas oportunidades para nossas vidas.
     Futebol é bom, mas até onde ele pode ser priorizado? Muitas pessoas estão morrendo todos os dias, isso deveria ser mais importante... Não devemos deixar o esporte de lado, mas um jogador ganha por mês o que muitas famílias não ganham durante toda a vida.
    O erro está em quando deixamos de nos preocupar com vidas e ficamos atentos aos lances de cada jogada. E é isso que o governo faz com o povo: UM JOGO, onde nós ficamos nas arquibancadas assistindo e eles jogam com nossas vidas, e para isso, recebem milhões e milhões a cada jogo. Até quando vamos ficar sentados sem fazer nada?


Imagem: http://digus.com.br

2 comentários: